Busca por Marca

Busca por Preço

Busque por desconto

Busca por Tipo

Outras categorias

Veículos em estoque

vs
Toyota VITZ Toyota VITZ

Toyota VITZ Recursos:

Mazda DEMIO Mazda DEMIO

Mazda DEMIO Recursos:

Histórico

No mercado global de automóveis, grande parte das pessoas considera muito importante equacionar a eficiência do consumo de combustível e o tamanho do veículo ao comprar um carro. Nas cidades, o estacionamento é limitado e a viagem para o trabalho pode ser muito longa, aumentando o custo associado à propriedade de um automóvel e aumentando a pegada de carbono dos indivíduos. É necessário equilibrar o ambiente urbano sobrelotado com a necessidade de espaço para bagagem e passageiros. Para uma grande parte dos consumidores de automóveis, a resposta são os automóveis supermini. Estes carros oferecem valores de km/l fantásticos, bem como espaço para quatro ou cinco passageiros. Praticamente todos os fabricantes de automóveis disponibilizam um automóvel supermini. Players globais como a Honda, a Hyundai e a Fiat são as marcas que chamam mais a atenção neste segmento, no entanto, a Mazda e a Toyota oferecem dois dos veículos mais fiáveis e económicos da categoria dos supermini.

Há várias décadas que a Toyota e a Mazda oferecem veículos de referência na categoria dos supermini, atualizando consistentemente os seus veículos para corresponder às necessidades sempre em mudança dos seus clientes. Dois dos melhores modelos criados por estes fabricantes automóveis foram o Mazda Demio e o Toyota Vitz. A Mazda começou a produzir o Demio para o mercado japonês em 1996. A Toyota, por seu lado, começou a produzir o primeiro Vitz para o Japão em 1998. Ambos os veículos evoluíram ao longo de várias gerações, aumentando em tamanho, conforto e capacidade técnica em cada evolução.

Ambas as séries de produção podem acomodar quatro ou cinco passageiros, têm espaço de carga mais do que suficiente, e possuem os equipamentos essenciais que os compradores desejam num carro moderno. Oferecem igualmente uma economia de combustível que está entre as melhores da sua categoria e uma série de motores fiáveis a gasolina e diesel. Ambas oferecem múltiplas opções de transmissão, de modo a corresponder às preferências dos compradores. As duas séries de produção obtiveram igualmente classificações elevadas no que diz respeito à segurança, fiabilidade e satisfação dos proprietários. Ambas têm igualmente preços razoáveis. Os dois veículos têm tantos aspetos positivos que é difícil escolher um em detrimento do outro. A única solução é efetuar um comparativo lado a lado. Comparar todas as gerações tornar-se-ia maçador para o leitor, pelo que iremos concentrar-nos no Mazda Demio de 2008 e no Toyota Vitz de 2008.

A Honda, a Hyundai e a Fiat são as marcas que chamam mais a atenção neste segmento, no entanto, a Mazda e a Toyota oferecem dois dos veículos mais fiáveis e económicos da categoria dos supermini.


Descrição geral

O Mazda Demio de 2008 e o Toyota Vitz do mesmo ano são muito apreciados pelos analistas profissionais e pelos proprietários que os conduzem diariamente. Ambos oferecem espaço para sentar confortavelmente quatro passageiros adultos. É possível sentar um quinto passageiro em ambos os carros, mas o espaço na cabina torna-se muito apertado, especialmente no Demio. Os dois veículos oferecem a eficiência do consumo de combustível que os compradores criteriosos exigem de um supermini. No exterior, ambos apresentam uma postura orgulhosa, muito mais desportiva e sofisticada do que à partida seria de esperar num automóvel subcompacto. O Demio tem um visual mais elegante do que o Vitz; no entanto, o Toyota Vitz apresenta um coeficiente de arrastamento mais reduzido, com uma melhor aerodinâmica e eficiência do consumo de combustível. (pode ler mais sobre a Toyota Vitz na nossa Wiki automóvel).

Ambos têm um interior algo austero se comparado com os veículos de luxo, mas tal não significa que não ofereçam a tecnologia desejada pelos consumidores. O interior do Toyota Vitz foi concebido especialmente para uma pequena família ou para deslocações diárias para o trabalho, sem pretensões de oferecer grandes luxos, mas com todo o conforto necessário para uma viagem longa a qualquer parte do Japão. O Mazda Demio tem características semelhantes, mas parece um pouco mais apertado durante uma viagem longa.

Tanto o Toyota Vitz de 2008 como o Mazda Demio do mesmo ano estão disponíveis em hatchbacks de três e cinco portas. Ambas as linhas de produção possuem um económico motor de três cilindros ou uma série de robustos motores de quatro cilindros. Estes motores podem ser combinados com uma série de opções de transmissão manual, automática ou CVT. Com tantas semelhanças, poderá questionar-se quais as principais diferenças entre as duas séries de veículos. Abaixo, analisamos estas diferenças com maior pormenor.

Interior

Toyota VITZ Toyota VITZ Toyota VITZ Toyota VITZ

Ilustrado no sentido horário a partir do canto superior esquerdo: Banco do Condutor, Bagageira, Bancos Dianteiros, Bancos Traseiros

VITZ

Durante muitos anos, a categoria de automóveis supermini podia ser descrita numa palavra: barata. Produção barata, design barato e construção barata. Desde o início, o Toyota Vitz foi concebido para alterar esta percepção. Embora o Vitz possua um interior espartano, os seus materiais são de elevada qualidade, e foi concebido tendo em vista a acessibilidade do condutor. Os modelos base oferecem bancos ajustáveis com coberturas melhoradas, em comparação com a primeira geração. O painel de instrumentos central atrai imediatamente os olhos do condutor, contribuindo para uma sensação de controlo que nem sempre existe noutros modelos supermini. O design interior do Vitz é simples e despretensioso, permitindo ao condutor e aos passageiros concentrarem-se noutras coisas durante a sua viagem.

Mazda DEMIO Mazda DEMIO Mazda DEMIO Mazda DEMIO

Ilustrado no sentido horário a partir do canto superior esquerdo: Banco do Condutor, Bagageira, Bancos Dianteiros, Bancos Traseiros

DEMIO

A primeira e segunda gerações do Demio eram conhecidas pelo seu interior barato. Embora o interior do Mazda Demio de 2008 continue a ser um sonho minimalista, está longe de ser barato. A Mazda incorporou no veículo uma grande quantidade de falsos cromados e retroiluminação que confere ao interior da terceira geração uma atmosfera moderna que contraria o seu minimalismo. A posição da alavanca de velocidades é facilmente acessível pelo condutor. O grupo de manómetros compacto, no centro, permite que os olhos do condutor nunca se desviem da estrada e que a concentração do condutor não seja perturbada. Os bancos, embora na sua maioria forrados em tecido, são resistentes e confortáveis. O compartimento dos passageiros oferece múltiplas áreas de arrumação. Mesmo ao ser adicionado um sistema de navegação, o interior do Demio continua a ser sóbrio, mas funcional em todos os aspetos, personificando o verdadeiro automóvel económico em termos do consumo de combustível.


Exterior

Toyota VITZ Toyota VITZ Toyota VITZ Toyota VITZ

Ilustrado no sentido horário a partir do canto superior esquerdo: Perfil do Lado do Condutor, Ângulo Traseiro, Vista Traseira, Vista Frontal

VITZ

Na sua versão inicial, o Toyota Vitz poderia ser considerado algo volumoso e pesado, privilegiando a função relativamente à forma. Na segunda geração, a Toyota melhorou o exterior, fundindo forma e função. O resultado é uma carroçaria mais elegante e aerodinâmica. A postura agressiva do Vitz e a sua traseira ligeiramente levantada aumentam a sua atração exterior. Todas as dimensões do Vitz aumentaram na segunda geração. Em 2008, a distância entre os eixos era 90 mm mais larga do que a da primeira geração. Além disso, era 110 mm mais comprido e 10 mm mais alto. Em 2008, o comprimento foi objeto de um aumento de 35 mm. Na versão de 2008, o Vitz apresenta faróis em forma de lágrima e para-choques com cor a condizer. O Toyota Vitz RS, código de modelo japonês DBA-SCP90, apresenta para-choques dianteiros e traseiros únicos, grelha em malha, faróis fumados, faróis de nevoeiro dianteiros, saias laterais e jantes de liga leve de maiores dimensões em comparação com outros níveis de acabamento do Vitz.

Mazda DEMIO Mazda DEMIO Mazda DEMIO Mazda DEMIO

Ilustrado no sentido horário a partir do canto superior esquerdo: Perfil do Lado do Condutor, Ângulo Traseiro, Vista Traseira, Vista Frontal

DEMIO

O Mazda Demio é construído na plataforma DE e ganhou o prémio do Carro do Ano Mundial, em parte graças à sua postura selvagem e inovadora. Como parte integrante da terceira geração do Demio, a versão de 2008 é mais comprida do que as gerações anteriores, mas 113 kg mais leve, o que proporciona uma maior eficiência em termos do consumo de combustível. A Mazda alcançou esta perda de peso de várias formas; sobretudo graças à utilização de aço de alta resistência. Um dos problemas das gerações anteriores do Demio consistia no excessivo ruído de circulação. Embora o ruído de circulação seja um problema comum em carros económicos, o Mazda Demio tinha mais problemas a este nível do que a maioria dos automóveis deste segmento. O fabricante aumentou a rigidez da carroçaria e melhorou os isoladores utilizados para minimizar o ruído de circulação. Além disso, a Mazda pôs mais ênfase na forma fluida do veículo. A terceira geração do Mazda Demio incorpora linhas complexas nas laterais e no capot, contribuindo para uma aparência esculpida, que recordará aos compradores o RX-8. Na traseira, o balanço foi reduzido para dar ao Demio uma aparência mais compacta e desportiva.


Experiência de Condução

VITZ

O Toyota Vitz de 2008 é um automóvel muito eficiente em termos do consumo de combustível. O único Toyota mais eficiente é o Prius. Grande parte das pessoas associa este tipo de veículo, económico em termos de combustível, a uma má experiência de condução, ou, na melhor das hipóteses, a uma experiência de condução fraca. Tal não é de todo verdade no caso do Toyota Vitz.

Um dos maiores problemas dos carros supermini é o rolamento da carroçaria nas curvas. O Toyota Vitz de 2008, embora enfrente maiores dificuldades do que os sedans de maior dimensão da Toyota, comporta-se bem nas curvas e viragens. A combinação motor/transmissão é comum em veículos com o código de modelo DBA-KSP90. A eficiência do consumo de combustível neste veículo é de aproximadamente 22,0 km/l. Este valor aumenta para 24,5 km/l nos níveis de acabamento B Intelligent e F Intelligent, que utilizam o "Intelligent Idling Stop System" da Toyota.

Se adquirir um Vitz com qualquer outra opção de motor, notará uma aceleração muito desportiva e responsiva. Deve ser feita uma menção especial para o motor de 1496 cc do Toyoita Vitz RS de 2008, código de modelo DBA-NCP91. O motor de 1496 cc, bem afinado, oferece 107 CV e 100 libras/pés de binário. O modelo RS tem jantes de liga leve de 406 mm que contribuem para uma postura mais masculina e robusta. Este poderoso motor é combinado com uma direção e suspensão com uma afinação mais desportiva, criando uma máquina de condução agradável.

DEMIO

O Mazda Demio de 2008, conhecido como Mazda 2 nos mercados não asiáticos, é um supermini ágil e intuitivo ao qual a Mazda se dedicou de alma e o coração. Recusando-se a aceitar as ideias feitas de que um carro com baixo consumo de combustível deveria ser fabricado de forma barata, a Mazda empregou grandes esforços para criar um carro que fosse tão agradável à condução como à vista.

Os designers da terceira geração do Demio projetaram um automóvel que privilegia-se a manobrabilidade à velocidade. Com esse objectivo, construíram um carro resistente nas curvas e viragens, eliminando o elevado rolamento da carroçaria normalmente associada a esta categoria de veículos. A rigidez da carroçaria e o aço de alta resistência ajudam a reduzir o ruído de circulação do Demio e aumentam a sua capacidade nas curvas.

A opção mais pequena é o motor de 1348 cc disponibilizado nos veículos com o código de modelo japonês DBA-D3FS. O motor de 16 válvulas debita 90 CV, permitindo uma rápida aceleração e uma circulação segura a velocidades de autoestrada. Embora este motor seja reativo e desportivo, é capaz de oferecer 23,0 km/l quando combinado com um uma transmissão CVT no nível de acabamento 13C-V. Os condutores mais aventureiros têm à sua disposição o motor de 1498 cc, disponibilizado no código de modelo DBA-DE5FS Este motor oferece 111 CV. Combinado com a transmissão manual de cinco velocidades standard disponibilizada nos modelos 15C e Sport, o Demio oferece o prazer de condução de um carro desportivo, e ao mesmo tempo 19,4 km/l.


Conclusão

No comparativo lado a lado, o Toyota Vitz de 2008 e o Mazda Demio do mesmo ano têm ambos um bom desempenho. Não há qualquer característica óbvia em qualquer destes automóveis que nos leve a dizer "não compre este carro!" Em ambos o interior é excelente para a categoria supermini, sentando confortavelmente quatro passageiros. Ambos possuem as melhores funcionalidades de segurança na sua categoria e oferecem uma experiência de condução que, no mínimo, é surpreendente. A tecnologia oferecida por ambos é semelhante à de automóveis mais dispendiosos. O Toyota Vitz de 2008 tem vantangem no espaço da cabina e na eficiência do consumo de combustível, batendo o Demio por alguns km/l. O Vitz tem também a seu favor a lendária durabilidade da Toyota. Por outro lado, os motores do Mazda Demio de 2008 oferecem uma melhor aceleração e uma maior rapidez de resposta do que os motores do Vitz.

No geral, o Toyota Vitz é o veículo mais indicado para os consumidores que dão mais importância à eficiência do consumo de combustível e que precisam da maior quantidade possível de espaço na cabina. Por sua vez, o Mazda Demio de 2008 é o automóvel perfeito para os condutores que precisam de economia de combustível acima da média mas que desejam uma melhor aceleração. Ainda que não recomendemos nenhum dos carros em detrimento do outro, o leitor possui agora a informação necessária para tomar uma decisão informada sobre a compra do seu próximo carro.