Busca por Marca

Busca por Preço

Busque por desconto

Busca por Tipo

Outras categorias

Veículos em estoque

Used TOYOTA LAND CRUISER PRADO

TOYOTA
LAND CRUISER
PRADO

Para muitos condutores, os produtos desenvolvidos pela Toyota Motor Corporation são símbolos de fiabilidade e funcionalidade decorrentes da forma. Ao pensar num Toyota, eles imaginam linhas simples e um veículo que ultrapassará a marca dos 100.000 km. O Toyota Land Cruiser Prado quebra o molde tradicional da Toyota ao oferecer um estilo complexo com o requinte que muitos compradores esperariam de um BMW e Volkswagen SUV. O Prado supera ambos os fabricantes de automóveis, possuindo a fiabilidade que os proprietários esperam de um Toyota.
> LEIA MAIS

Used TOYOTA HARRIER Sedan
Porque é que os clientes normalmente compram este veículo? Porque é fiável, prático, apresenta características de luxo e desportivas.
Yasu
Gerente de Vendas


História

O Toyota Land Cruiser Prado tem estado em produção desde 1984. Foi introduzido como substituto do Toyota Land Cruiser existente, o LJ71G, e foi também designado como Land Cruiser Wagon, uma unidade leve com poucas comodidades ou opções. O Prado foi introduzido como uma opção mais pequena dentro da linha Toyota Land Cruiser, possuindo, no entanto, muitas das mesmas opções de luxo que podem ser encontradas nas versões de grande porte. O Prado está disponível em praticamente qualquer mercado global, excepto na América do Norte. No mercado norte americano, o Prado recebe a designação de Toyota 4Runner com os seus pacotes de acabamentos básicos, ou de Lexus GX470 nos mais altos níveis de acabamentos de luxo.

O historial do Toyota Land Cruiser Prado foi iniciado com o LJ71G em 1984, justificando a menção àquele modelo antes de discutir o Prado. O LJ71G, conhecido como J70 fora do Japão, era a oferta ligeira dentro da linha J70. De chassi curto e capota rígida, apresentava uma opção de capota leve. É normalmente associado a marcas como o Land Cruiser, Land Cruiser II e Bundera. A versão J70 oferecia aos compradores as opções de motor de 2.366 cc 22R a gasolina (versão estrangeira) ou 2.446 cc 2L-T turbo diesel. Estes eram os mesmos motores oferecidos pelo Toyota 4Runner da época. O J70 desenvolveu e manteve uma reputação de veículo utilitário diligente, fiável e com várias aplicações.

Primeira Geração (1990 - 1996)

A primeira geração do Toyota Land Cruiser Prado, introduzida no Japão em Abril de 1990, portava a mesma designação de chassi do seu antecessor, o J70, causando alguma confusão entre os leigos automóveis. Confundindo ainda mais pessoas, o J70 foi introduzido no seu formato original em outros mercados, sendo o Prado uma marca exclusiva do Japão. Apesar da designação J70, o Prado ostentava uma grelha frontal, guarda-lamas e capô com um novo design. O Prado apresentava um design de faróis diferente dos outros veículos dentro da linha Land Cruiser. O Prado marcou a primeira tentativa da Toyota de tornar a linha Land Cruiser num veículo mais de estrada, ao contrário da imagem de todo o terreno robusto que a linha inteira possuía na época.

A primeira geração do Prado ainda apresentava construção de chassi em plataforma, dando-lhe a capacidade de ser usado como todo o terreno. Era movido pelo mesmo padrão de 2.446 cc turbo-diesel, encontrado no seu antecessor. O motor oferecia 95 CV e 240 N-m de binário. Apresentava ainda injecção de combustível electrónica e era combinado com uma transmissão automática de quatro velocidades. O Prado era equipado com uma suspensão frontal de "amortecedores de molas" vocacionada para a estrada e que permitia ao condutor seleccionar o nível de amortecimento através de um botão.

Por volta de 1993, as opções de motor tinham sido alteradas de forma a incluir um motor a gasolina de 2.693 cc 3RZ-FE, outro a diesel de 2.776 cc 3L e um turbo-diesel de 2.982 cc 1KZ-T com cabeças de cilindros em alumínio. O novo motor 1KZ-T veio reduzir drasticamente as emissões de NOx e fuligem.

Segunda Geração (1996 - 2002)

A segunda geração do Toyota Land Cruiser Prado foi introduzida em maio de 1996. O novo modelo, com a designação J90, foi completamente reformulado, em comparação com os modelos da primeira geração. A segunda geração marcou o início do Prado como uma série à parte da linha Land Cruiser.

O Prado é agora apresentado com uma distância entre eixos curta de três portas ou longa de cinco portas, sendo ambas as versões consideradas carrinhas de dimensão média. Ambas as versões do Prado apresentam um novo sistema de suspensão frontal que incorpora suspensões double wishbone e de quatro ligações. O Prado oferece ainda tracção às quatro rodas a full-time. O restante equipamento standard inclui ABS e um sistema de Monitor de terreno que mostra a altitude, temperatura e pressão atmosférica. Os compradores originais podiam optar por um monitor de televisão ou um equipamento de rádio.

No início da segunda geração, o Prado podia ser movido por dois motores a gasolina de 2.693 cc 3RZ-FE ou 3378 cc V6 5VZ-FE ou um turbo-diesel de 2.982 cc 1KZ-TE. Todos eles eram motores bastante competentes, embora muitos compradores preferissem o de 2.982 cc devido à sua capacidade robusta de enfrentar passeios todo o terreno.

A Toyota actualizou a segunda geração do Prado em 1999, reflectindo as novas leis. As actualizações foram mínimas, tendo-se restringido, na maior parte, a luzes de nevoeiro montadas no pára-choques. Em 2000, a Toyota introduziu na linha Prado o motor Common Rail Diesel Injection 1KD-FTV de 2.982 cc, bem como um imobilizador de motor opcional...o Prado tinha-se tornado bastante popular entre os ladrões de automóveis!

Toda a linha Prado era bastante popular, com muitas unidades vendidas no Japão. Estas unidades receberam os códigos de modelos japoneses KD-KZJ95W, E-RZJ95W e E-VZJ95W. Todas as unidades com código de modelo KD-KZJ95W integram a linha de acabamentos TX, mas são movidas por um motor a diesel de 2.982 cc. O motor poderia ser combinado com uma transmissão automática de quatro velocidades ou manual de cinco velocidades, embora os veículos com este código de modelo apresentem tracção às quatro rodas a full-time.

O código de modelo E-RZJ95W foi atribuído ao Toyota Land Cruiser Prado, o qual era movido por um motor a gasolina de 2.693 cc e possuía cinco portas. O código de modelo é limitado à categoria TX de opções de acabamento. Todas estas unidades apresentavam transmissão automática de quatro velocidades e podiam facilmente acomodar entre cinco e oito passageiros. Um Prado com a designação E-RZJ95W alcançará consistentemente uma eficácia de consumo de 7,9 km/l.

Um Prado com a designação E-VZJ95W poderá estar equipado com o nível de acabamento TX ou TZ. Todos são movidos por um motor a gasolina de 3.378 cc combinado com uma transmissão automática de quatro velocidades. Todos poderão alojar até oito passageiros e apresentam uma eficácia de consumo de 7,6 km/l.

TOYOTA LAND CRUISER Third Generation (2002 - 2009)
TOYOTA LAND CRUISER Third Generation (2002 - 2009)
Que tipo de cliente normalmente compra este veículo? Família, Estilo de vida desportivo, Uso corporativo.

Terceira Geração (2002 - 2009)

A terceira geração do Prado começou a aparecer em 2002 juntamente com o que restava da segunda geração. Na terceira geração, a Toyota tinha decidido melhorar a suspensão frontal de forma a criar uma melhor experiência de condução automóvel. O novo Prado apresentava ainda um chassi completamente remodelado.

O código de modelo LA-RZJ120W apareceu primeiro em outubro de 2002. Cobria todas as unidades movidas pelo motor 3RR-FE de 2.693cc e possuía tracção às quatro rodas a full-time, permitindo uma eficácia de consumo de 8,5 km/l.
A gama de motores foi renovada de forma a oferecer melhor eficácia de consumo e cumprir normas mais restritas impostas pelo Ministério do Interior e Transportes. As opções de motor incluíam o V-6 5VZ-FE (CBA-GRJ121W) de 3.378 cc (1KD-FTV) turbo-diesel. A predilecção dos ladrões de automóveis em relação ao Prado tornou-se tão comum que o imobilizador de motor passou a ser equipamento standard em vários mercados, um verdadeiro sinal de que o Prado é um modelo popular bem talhado e fiável. Em 2004, como resposta à mudança de regulamentação governamental, o motor 3RZ-FE foi substituído pelo 2TR-FE de 2.694 cc e o motor 5VZ-FE foi substituído pelo V6 1GR-FE de 3.955 cc. O motor 1KD-FTV turbo-diesel oferece 170 CV e 410 N-m de binário.

A terceira geração apresenta ainda uma versão curta de distância entre eixos. A versão, conhecida como J125, está apenas disponível como veículo de três portas com duas filas de assentos, tendo uma capacidade máxima de cinco passageiros. Apresenta muitas das mesmas opções de motor e acabamentos do Prado maior, com excepção do motor 1KZ-TE.

No início de 2007, os modelos japoneses são apresentados com G-BOOK opcional e seis níveis de acabamentos: GX, TX, TZ, TX Limited, TZG e TZ Limited. O nível de acabamento superior, o TZ Limited, oferece lugares aquecidos para o condutor e passageiro da frente, retrovisores exteriores aquecidos, suspensão de ar ajustável, controlo de arranque assistido em subidas, controlo de assistência em descidas, bloqueio do diferencial central e uma opção de aquecedor do motor.

Merecem referência as unidades com o código de modelo CBA-TRJ120W. Com a sua primeira aparição em agosto de 2004, esta designação substituiu o código de modelo LA-RZJ120W dos Prados com a categoria de acabamento TX. Estas unidades continuam a ser movidas por um motor de 2.693 cc e apresentam tracção às quatro rodas a full-time. O upgrade do motor foi realizado de forma a cumprir com as normas de redução de 50% das emissões definidas pelo Ministério do Interior e Transportes em 2005. Isto permite à terceira geração do Prado cumprir com os requisitos do sistema de certificação de veículos de baixas emissões. O Prado, equipado com o nível de acabamentos TX, é capaz de transportar confortavelmente entre cinco e oito passageiros. A eficácia de consumo, agora a 8,8 km/l, acompanhou a capacidade de passageiros. Veja também o código de modelo KN-KDJ120W, 2982 diesel (1KD-FTD).

TOYOTA LAND CRUISER Fourth Generation (2009 - Present)
TOYOTA LAND CRUISER Third Generation (2009 - Present)
“Que veículo(s) eu recomendaria como alternativa a este? BMW X5, VW Touareg.”

Quarta Geração (2009 - Present)

A quarta geração do Toyota Land Cruiser Prado tem estado disponível na maioria dos mercados desde Outubro de 2009. Está disponível nas versões de três e cinco portas. Esta geração do Prado oferece tracção às quatro rodas avançada e uma infinidade de opções electrónicas e tecnológicas. O Prado de 2009 apresentou o primeiro sistema de suspensão dinâmico Kinetic (KDSS), adoptado a nível nacional no Japão. O novo Prado oferece ainda aos condutores um maior controlo sobre a qualidade de condução através de um selector todo o terreno. O sistema de monitoramento Todo o terreno incorpora seis posições de câmara que permite ao condutor visualizar a estrada à frente e atrás e de ambos os lados.

Os motores da quarta geração permanecem praticamente iguais aos disponibilizados no final da terceira geração. O motor de base mantém-se na variante de 2.693 cc, combinado com uma transmissão automática de quatro velocidades. Os níveis mais altos de acabamento apresentam um motor a gasolina de 3.955 cc combinado com uma transmissão automática de cinco velocidades. A Toyota optou por alterar as proporções das velocidades e os pontos de mudança de forma a permitir níveis de eficácia de consumo de 8,8 km/l ou 8,2 km/l, dependendo do motor escolhido pelo comprador. Veja os códigos de modelo CBA- TRJ150W, 2.693 cc a gasolina (2TR-FE), código de modelo CBA-GRJ150W, 3.955 cc a gasolina (1GR-FE), LDA-GDJ150W, motor de 2.754 cc a diesel (1GD-FTV).

Classificações BE FORWARD

BE FORWARD Ratings

Os Especialistas em Automóveis BE FORWARD recomendam o Toyota Land Cruiser Prado

Os especialistas em automóveis da BE FORWARD dão ao Toyota Land Cruiser Prado uma classificação de cinco estrelas em cinco possíveis em todas as categorias, com excepção da economia de combustível, a qual recebe quatro estrelas. Apesar da classificação de quatro estrelas relativa à economia de combustível, o Prado equipara-se a outros modelos nesta classe, tal como o BMW X5 e o Volkswagen Touareg. O Prado é uma confortável e refinada oferta que pode facilmente acomodar uma família crescente, condutores que desejam dar um passeio todo o terreno ocasional, ou uma empresa que procura transporte corporativo de luxo.

Estilo & Design - 9.8

O Toyota Land Cruiser Prado tomou a comunidade todo o terreno de assalto quando foi inicialmente apresentado. Dado o seu desvio extremo do J70 original que veio substituir, o Prado percorreu um longo caminho desde a opção única de todo o terreno para se tornar num veículo convencional que pode ser admirado. O Prado apresenta agora um estilo líder na sua classe e tecnologia topo de linha.

À semelhança de muitos outros produtos Toyota, o Prado dá ênfase à segurança do condutor e passageiros. Para tal, o Prado foi submetido a inúmeros testes e melhorias através dos seus desenvolvimentos geracionais. O resultado é um veículo moderno que obtém as mais altas classificações em todos os aspectos dos testes de colisão governamentais, em particular no impacto frontal e lateral, e capotamento.

Sob o Capô - 9.8

A Toyota Motor Corporation apostou sempre na criação de veículos com motores e transmissões que duram grande parte da vida do condutor. O objectivo é proporcionar um sistema de tracção que oferece força, binário e longa fiabilidade. O Prado supera nesta área, passando bem para além da marca dos 200.000 km, mesmo sob condições de terreno.

Até mesmo o crítico mais convicto não conseguirá encontrar uma falha no Toyota Land Cruiser Prado. Os índices de segurança e fiabilidade lideram o ramo, enquanto que a economia de consumo enquadra-se inteiramente nos padrões da sua classe. No geral, o Prado é uma excelente escolha para a família estabelecida que procura avançar para o mercado SUV de luxo, ou para uma empresa que deseja transportar os seus clientes em estilo.